Setembro Amarelo enfatiza o papel da Pastoral da Escuta

0
15
Foto: Bruno Silva

Desde 2014, a Associação Brasileira de Psiquiatria, em parceria com o Conselho Federal de Medicina, organiza nacionalmente o “Setembro Amarelo”, que visa chamar a atenção de todos para a triste realidade do suicídio.

São registrados cerca de 12 mil casos, todos os anos, no Brasil e mais de 1 milhão no mundo inteiro. Com o isolamento social, acredita-se que esses dados podem ter aumentado consideravelmente, principalmente entre a população jovem.

Pastoral da Escuta

Neste “Setembro Amarelo” de 2020, o Santuário Nossa Senhora do Perpétuo Socorro quer enfatizar a importância da Pastoral da Escuta, que há quase três anos, ouve pessoas a partir de um referencial bíblico e ético. O grupo é formado por voluntários com formação em psicologia e/ou teologia e oferece ajuda diante das angústias ou momentos difíceis que o indivíduo esteja passando.

“A escuta não é terapia, mas é um momento em que a pessoa fala o que precisa para este ‘ouvido amigo'”, explica a psicóloga Cristina Maule Balbueno, coordenadora da pastoral. Quando necessário, as pessoas são encaminhadas para a confissão, aconselhamento, tratamento psicológico e até psiquiátrico.

A proposta, vem ao encontro da passagem do Evangelho de São Mateus: “Vinde a mim, vós todos que estais aflitos sob o fardo, e eu vos aliviarei.” (Mt 11,28) Assim, os profissionais voluntários estão sempre de braços, ouvidos e coração abertos para acolher como Jesus acolheu.

De acordo com a psicóloga, os atendimentos duram, em média, 20 minutos, mas não há um tempo limite pré-estabelecido. “Vai depender se há outras pessoas esperando ou não”, acrescenta. Também não há limitação para o número de atendimentos, pois a continuidade depende da pessoa.

:: Abrir o coração a Jesus: mensagem do Papa no Dia de Prevenção do Suicídio

“Hoje, no drama da pandemia, perante tantas certezas que se desmoronam, diante de tantas expectativas traídas, no sentido de abandono que nos aperta o coração, Jesus diz a cada um: “Coragem! Abre o coração ao meu amor. Sentirás a consolação de Deus que te sustenta”.” (Fonte: Vatican News)

Atendimento online durante a pandemia

Em períodos “normais”, os atendimentos da Pastoral da Escuta são presenciais e acontecem nas salas de confissão da Capela da Misericórdia, anexa ao Santuário. Entretanto, a pandemia levou os voluntários a atenderem de forma virtual ou até mesmo por telefone.

Para agendar o atendimento, basta enviar uma mensagem de WhatsApp para um dos contato abaixo:

Mesmo com a procura pequena, Cristina afirma: “Quem procura a Pastoral da Escuta, gosta e sai aliviado!”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentário!
Por favor, indique o seu nome aqui