Permanecer em Cristo para produzir frutos – 27/04/2016

0
1107

        O evangelho de hoje indica que os discípulos de Jesus devem produzir frutos em sua vida de fé. Jesus se utiliza da metáfora da videira e de seus ramos para afirmar que seus discípulos devem estar unidos a Ele para produzir frutos. Deus é comparado a um agricultor que deve cultivar sua videira a fim de que ela produza bons frutos. Como discípulos/as de Jesus somos chamados a permanecer unidos com Ele. Essa união íntima e profunda com Jesus é a garantia de que vamos produzir frutos em nossa vida de fé.

            A mensagem do evangelho possui um conteúdo pedagógico bastante definido. Deus educa os seus discípulos/as para que eles produzam frutos de fé. Afirma Jesus, no evangelho de São João: “Todo ramo que em mim não dá fruto ele o corta; e todo ramo que dá fruto, ele o limpa, para que dê mais fruto ainda” (Jo 15,2). Deus corta e limpa os ramos de sua videira. Este não é um procedimento agradável, mas doloroso. Os ramos improdutivos serão cortados, para que outros ocupem os seus lugares. E os ramos que produzem seus frutos serão limpos, para que seus frutos sejam ainda mais numerosos. A garantia de que vamos produzir frutos é permanecer em Cristo. Jesus nos promete: “Permanecei em mim e eu permanecerei em vós” (Jo 15,4). Esse é um itinerário espiritual de profunda identificação com Cristo. Ele permanece em nós e nós permanecemos Nele. Desse modo, é possível produzir inúmeros frutos de caridade, de justiça e de misericórdia.

            Sem a união perseverante com Jesus não é possível produzir frutos. Deus tem uma expectativa em relação à nossa fé. Ele quer que nossa fé seja operante. Isto é, que ela seja um serviço efetivo em favor do Reino de Deus. Que Maria, Mãe do Perpétuo Socorro, interceda por nós para que nossa vida produza bons e abundantes frutos de fé, esperança e, principalmente, de caridade. Assim seja, amém!

Pe. Rodrigo Augusto, C.Ss.R

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentário!
Por favor, indique o seu nome aqui