Pensamento – 24/04/2019

0
166

Tentem imaginar que estamos caminhando junto com os dois discípulos para Emaús. Eles estavam desanimados com a morte de Jesus, a fé ficou enfraquecida e abalada. De repente, Cristo ressuscitado começou a caminhar com eles. Mas a fé enfraquecida não permitiu que enxergassem que era Cristo. Ficaram somente no desânimo, decepção e tristeza. Ficaram decepcionados porque Cristo não foi o grande Messias que esperavam, pois os abandonou morrendo na cruz.

 Cristo, não os condenou pela falta de fé. Começou a mostrar-lhes trechos da Bíblia que já predisseram sua paixão que salvaria a humanidade. A reação dos dois foi que “seus corações arderam”. E pediram que esse forasteiro ficasse com eles para jantar. Na partilha do pão, símbolo da Eucaristia, reconheceram Jesus como o Ressuscitado. Resultado: os dois se animaram fortaleceram a fé correndo aos outros discípulos para anunciar a boa nova: “Vimos o Senhor”. De uma fé desanimada, eles tornaram-se discípulos -missionários e testemunhas de fé aos outros membros da comunidade.

Que Cristo aumente nossa fé nos momentos de desânimo pessoal e familiar. Que possamos ver sua presença fiel ao partir o pão da Eucaristia. Que Maria nos ajude nos momentos de desânimo a perceber na fé que Cristo sempre caminha conosco e nunca nos abandona. Mãe do Perpétuo Socorro, rogai por nós.

 Missionário Redentorista Padre Lourenço Kearns

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentário!
Por favor, indique o seu nome aqui