Pensamento – 17/06/2020

0
20

Mais uma vez Cristo nosso Mestre vem questionar nossas motivações diante de certas práticas de nossa fé e moralidade. Existe a possibilidade, se não a tentação, de viver nossas obras de amor e de caridade somente para sermos elogiados pelos outros. E Jesus fala categoricamente que não vamos receber nenhuma recompensa vivendo essa motivação.

Mas especificamente Jesus fala sobre algo no meio desse coronavírus que pode tocar em nossas vidas. Jesus indica que podemos praticar a caridade dando esmolas para os pobres.

Mas se anunciamos como somos grandes diante desse gesto, então Jesus indica que já recebemos nossa recompensa. Mas diante de Deus Pai que se doa sempre a nós por amor, não vamos receber nenhuma recompensa. Faltou o amor. Devemos sempre ser motivados pelo amor e “em segredo” sem tentar ser vistos pelos outros. E assim receberemos a recompensa porque amamos como Deus Pai nos ama.

Outro exemplo. Oração. Jesus nos ensina que oração é algo todo especial e dirigido com carinho para seu Pai. Não devemos rezar para sermos vistos e elogiados pelos outros. Fazemos oração discretamente – em nosso coração – em segredo e recebermos nossa recompensa porque foi feito por amor.

E finalmente Jesus fala da prática de jejuar. Ele disse que os hipócritas desfiguram seu rosto para que todos observem que estão jejuando.

Portanto a motivação é para serem vistos pelos outros. Faltou o amor mais uma vez. Jesus fala quando jejuamos que devemos nos arrumar bonitinho para que ninguém saiba que estamos fazendo isso por amor ao Pai. Assim teremos nossa recompensa no coração do Pai.

Maria nos ensine como devemos praticar a esmola, a oração e o jejum por amor e não para sermos vistos pelos outros.

                                                           Missionário Redentorista Pe. Lourenço Kearns

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentário!
Por favor, indique o seu nome aqui