Pensamento – 11/03/2020

0
13

Queridos devotos:

Estamos na segunda semana da quaresma, hoje a liturgia mais uma vez nos lembra de que estamos numa caminhada. A caminhada rumo a Jerusalém e à páscoa do Senhor. É um caminho cheio de obstáculos, dificuldades e sofrimentos, mas feito com a promessa de, no final, obter o maior de todos os prêmios, a glória eterna.

No evangelho de hoje, Jesus está neste caminho subindo para Jerusalém. Jerusalém representa o ápice de sua missão, e esse caminhar significa o processo de seguimento. A proposta da liturgia desse tempo de quaresma é nos colocar nesse caminho com Jesus, conscientes da árdua missão, com todos os obstáculos e sofrimentos. Tiago e João se propuseram a seguir Jesus, mas a mãe deles, cheia de boas intenções, próprias do coração de mãe, quer o melhor para seus filhos. Qual mãe não quer o melhor para seus filhos? Porém nem sempre o melhor para nós é melhor para Deus.

O reino de Deus não segue a mesma dinâmica do mundo, da sociedade em geral, como pensava a mãe destes discípulos e como muitos de nós, cristãos, pensamos. Aqui uns passam por cima dos outros por causa do poder. Os grandes oprimem os pequenos não há caridade com o próximo quando se trata de poder e honras. Até dentro da igreja se encontram procedimentos desta natureza.

Além disso, seguir Jesus não é garantia do Reino, porque os desígnios de Deus são insondáveis e muitos que seguem Jesus ou dizem que segui-lo não segue de fato, mas apenas objetivam obter o que ele propõe com meta final. Nessa dinâmica cabe a Deus saber quem é ou não merecedor do seu Reino e de lugares de destaques. Portanto, quem quiser ser o primeiro aqui será o último lá, e quem quiser ser grande diante de Deus, seja um grande servidor diante das pessoas, aqui nesse mundo. É com essa consciência que devemos seguir na nossa caminhada quaresmal rumo a Páscoa do Senhor, fazendo da nossa vida uma total doação. Mãe do Perpétuo Socorro Rogai por nós!

 Missionário Redentorista Pe. Óliton Ferreira Gomes

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentário!
Por favor, indique o seu nome aqui