Pastorais completam um ano de atuação

0
21
Foto: Ricardo Massao

No mês de setembro, duas pastorais celebraram seu primeiro ano de atuação no Santuário: a Pastoral da Pessoa Idosa e o Movimento Mães que Oram pelos Filhos. Ambas comemoraram a data com a missa em ação de graças.

No último dia 10 de setembro, a Pastoral da Pessoa Idosa comemorou seu primeiro ano de atuação no Santuário

Pastoral da Pessoa Idosa

A Pastoral da Pessoa Idosa (PPI), fundada há 15 anos, possui estatuto próprio e capacita os voluntários para serem líderes comunitários. Estes, fazem visitas domiciliares mensais, coletando dados sobre vacinas e a saúde em geral dos idosos cadastrados. As informações são lançadas na Folha de Acompanhamento Domiciliar da Pessoa Idosa – FADOPI.

Em agosto de 2018, os voluntários participaram de formação inicial.

:: Saiba mais sobre a história da PPI e sua atuação no país

As visitas são feitas em duplas e além da coleta de dados, também possuem caráter religioso. Rosanette S. Alonso, voluntária da PPI, comenta: “Ao chegarmos, fazemos uma leitura e meditação da Palavra, mas o objetivo principal é a escuta. Ficamos o tempo necessário para ouvir o idoso.”

Missa de envio da PPI, em 2018.

O Santuário hoje conta com a atuação de 15 voluntários e atende 14 idosos da região. A missa em ação de graças pela pastoral aconteceu no dia 10 de setembro, às 19h30. A confraternização acontece em outubro (05), para comemorar o Dia Internacional do Idoso. Na ocasião, haverá uma missa presidida pelo bispo auxiliar de Curitiba, D. Francisco Cota, às 10h no Santuário, seguida de almoço festivo no Centro Redentorista Santo Afonso (CRSA). Informações na secretaria (41) 3253-2031.

Mães que Oram pelos Filhos

Este movimento surgiu do coração de uma mãe que, após ler o livro “Todo filho precisa de uma mãe que ora”, resolveu colocar em prática os ensinamentos. Então, em 2011, um grupo pequeno de mulheres começou a se reunir para buscar ajuda e orientação para educação religiosa dos filhos. O projeto cresceu tanto e fez tão bem àquelas mães e a tantas outras que foram aderindo à proposta, que virou um movimento com mais de 500 grupos cadastrados no Brasil e no exterior.

:: Conheça o Movimento Mães que Oram pelos Filhos

Aqui no Santuário, o movimento também começou aos poucos. Algumas mães manifestaram interesse e, após uma explicação da coordenadora estadual do movimento, decidiram iniciar, no primeiro sábado de setembro de 2018.

Terceira reunião do movimento, dia da posse de Conceição Barindelli como coordenadora.

As reuniões iniciam com a oração do terço, mas também possuem formação, leitura orante da Palavra de Deus e músicas. “Já presenciamos muitos milagres, como aprovações em concursos e cura de doenças”, conta Conceição Barindelli, coordenadora do movimento no Santuário. “Mas o bonito mesmo é perceber a mudança que a oração faz na vida das pessoas: as mães chegam tímidas e transformam-se em mães alegres e sorridentes”, complementa.

Em dezembro, três meses após o início, o grupo já estava maior.

O grupo, composto por mais de 50 mães, reúne-se todos os sábados, às 15h, no CRSA. A missa em ação de graças aconteceu no dia 13 de setembro, às 15h, seguido de confraternização.

Confraternização de 1 ano de Mães que Oram pelos Filhos. (Crédito: Ricardo Massao)

Confira as fotos da confraternização de um ano do movimento Mães que Oram pelos Filhos. (CLIQUE AQUI). Crédito: Ricardo Massao

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentário!
Por favor, indique o seu nome aqui