Cartas de Agradecimento – 11/03/2020

0
44
  1. Senhores Missionários Redentoristas e queridos devotos:

Em janeiro de 2018 eu descobri que estava grávida, foi um momento de muita alegria, pois meu primeiro filho estava a caminho e o meu maior sonho prestes a se tornar realidade. Eu e meu marido preparamos uma surpresa para poder contar para a família, foi lindo demais. Porém a nossa alegria durou pouco tempo, ao fazer a segunda ecografia recebi a notícia que o bebê estava com os batimentos cardíacos fracos. Naquele momento o mundo desabou sob meus pés,  o meu chão sumiu. No dia 21 de janeiro precisei fazer curetagem pois tive um aborto espontâneo. Passei pela recuperação física e tentei me manter firme psicologicamente e,  apesar de toda a dor e sofrimento, sabíamos que seríamos abençoados novamente.

Com a intercessão de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro e as bençãos do Pai, em outubro de 2018 eu engravidei novamente. A gravidez foi tranquila e tudo correu bem. Hoje eu tenho a Maria Clara em meus braços e um anjinho, olhando e cuidando de nossa família, lá no céu. Minha Maria nasceu no dia 12 de maio de 2019, Deus me enviou o melhor e maior presente que eu poderia ter ganho naquele dia das mães.

Uma devota eternamente agradecida

________________________________________________________________________ 

  1. Senhores Missionários Redentoristas e queridos devotos:

Algum tempo atrás, ao sair da faculdade corri para pegar o ônibus e senti meu coração muito estranho, nunca tinha sentido aquilo antes, o meu peito estava ardendo, parecia que alguém me pressionava contra a parede, pois eu sentia uma pressão enorme e também senti que meu coração batia fraco, quase parando, foi horrível.  Quando cheguei ao terminal meus pais estavam me esperando para me levar ao hospital. Realizei vários exames e os resultados estavam alterados, eu havia tido um infarto agudo do miocárdio.

Após consultar com o cardiologista de plantão recebi a notícia que teria que realizar um cateterismo e fui para a UTI, isso foi  um choque, fiquei com muito medo. Apenas me restou rezar e pedir a Deus que cuidasse de mim. Meus amigos, familiares, conhecidos e até desconhecidos fizeram uma corrente de orações. Ainda na UTI, realizei um ecocardiograma para ver se seria mesmo necessário fazer o cateterismo e os resultados não mostraram nenhuma sequela em meu coração. O médico não soube explicar como eu tive um infarto e não apresentei danos ao coração, como também disse que infartos em pessoas da minha idade, 18 anos, eram fulminantes.

Não tenho dúvidas que foi por meio das orações e da intercessão das mãos de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro que esta graça foi alcançada.

Uma devota eternamente agradecida

________________________________________________________________________ 

  1. Senhores Missionários Redentoristas e queridos devotos:

No dia 03 de outubro de 2016 a minha esposa, com 45 anos, teve um AVC hemorrágico muito grave e foi levada para a UTI. Nos dias que seguiram, eu e minha filha viemos até o santuário rezar e pedir a intercessão de nossa Mãezinha.  A cada dia que passava a notícia era que o quadro havia melhorado. Depois de quatro dias conseguimos uma UTI humanizada e pude então ficar junto de minha esposa e com ela rezar, pedir e agradecer a Nossa Senhora pelas graças recebidas diariamente.

Após nove dias, ela foi para o quarto e em seguida para casa. O médico relatou que ela havia ficado com sequelas, não andaria e nem falaria mais. Confiantes e crentes na intercessão de Nossa Senhora, uma jornada de tratamento iniciou, firmes na fé, todos os dias eram pequenas vitórias. Nosso Deus e nossa Mãezinha colocaram anjos em nossas vidas e a cada sessão pequenos milagres eram realizados, choro e emoção com as conquistas. O milagre foi tão grande que no dia 17 de dezembro de 2016 eu e minha esposa viemos ao santuário para agradecer pela graça recebida, ela estava andando e falando normalmente. Por isso, quando a vida apresentar dificuldades, é a hora de demonstrarmos nossa fé e colocarmos todos os nossos problemas e angústias no colo de Nossa Mãezinha e confiarmos que ela intercederá junto a Deus Pai, sempre nos cobrindo com seu manto de amor.

Uma família devota e eternamente agradecida

________________________________________________________________________ 

  1. Senhores Missionários Redentoristas e queridos devotos:

Em 2017 eu fui desligada da empresa na qual trabalhei por quase quinze anos. Como estava com 37 anos e tinha duas filhas pequenas, uma com quatro anos e a outra com um ano de idade, a recolocação foi difícil e acabei aceitando uma proposta com salário bem inferior ao que eu recebia antes, para não ficar desempregada. Neste trabalho eu viajava com muita frequência, passava a semana inteira fora e voltava para casa apenas nos finais de semana. Após quase dois anos nesta situação, não estava aguentando a rotina e principalmente por ficar longe de minha casa e de minhas filhas.

Recorri então a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, pedindo com fé e muita esperança,  juntamente  com a minha mãe que sempre frequentava as novenas. Foram vários meses de procura, muitas entrevistas e muitos nãos, porém não desisti. Recentemente fui aprovada para uma vaga na minha área, em uma ótima empresa, sem necessidade de viajar e ainda tenho horário flexível, o que me permite ficar ainda mais perto das minhas filhas. Nossa Senhora do Perpétuo Socorro preparou a melhor vaga para mim, no momento certo, Nossa Senhora ouviu o pedido de uma mãe que sempre rezou com muita fé.

Uma devota eternamente agradecida

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentário!
Por favor, indique o seu nome aqui