Cartas de Agradecimento – 07/11/2018

0
133
  1. Senhores Missionários Redentoristas e queridos devotos:

A minha filha, com 34 anos, nos deu a notícia de sua primeira gravidez. Todos estávamos felizes e agradecidos a Deus pela permissão da vinda dessa criança tão esperada. No quinto mês de gestação ela teve uma infecção perigosa para o bebê, pedimos a intercessão da Mãezinha do Perpétuo Socorro e tudo ficou bem.

O meu coração de avó continuou aflito e apreensivo, em todas as novenas eu pedia que Jesus colocasse suas mãos poderosas sobre o nosso netinho que estava para chegar. Todos os exames foram realizados e o médico sempre dizia estar tudo certo, porém, a última ultrassonografia acusou que o peso do nosso garoto não era satisfatório e que ele tinha síndrome de Down, foi um susto geral, o próprio médico estava surpreso.

Com três meses esse menino lindo foi internado com pneumonia. As minhas novenas continuavam com a certeza que a sua saúde seria restabelecida. Hoje, esse lindo garoto Down está com um aninho, é a alegria da casa, e continuará sempre na proteção dessa maravilhosa Mãe do Perpétuo Socorro.

Uma avó devota eternamente agradecida

______________________________________________________________________

  1. Senhores Missionários Redentoristas e queridos devotos:

 Há dois anos eu senti fortes dores no abdômen, procurei um médico e fui diagnosticada com endometriose. O médico me disse que eu não poderia ser mãe, pois a doença já se encontrava em um estágio muito avançado. Foi necessário retirar o útero, ovários e 15 cm de intestino.

Eu sofri demais porque além da dor física, vinha a dor da alma, psicologicamente abalada já pelo fato de nunca poder gerar um filho e agora com uma bolsa de colostomia. Achei que não iria aguentar, mas sempre fui muito devota de Nossa Senhora e comecei a fazer as minhas novenas pedindo para a Mãezinha interceder por mim, me dando forças para poder suportar tudo isso, e que me curasse para que eu pudesse tirar a bolsa.

Hoje, após oito meses, estou curada, me preparando para fazer a cirurgia para a reversão da colostomia, feliz e eternamente grata a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro que nunca nos abandona.

Uma devota eternamente agradecida

______________________________________________________________

  1. Senhores Missionários Redentoristas e queridos devotos:

Em janeiro do ano passado o meu marido foi submetido a um exame de endoscopia para retirada de um pólipo, exame este de rotina, porém voltou para casa e começou a passar muito mal. Retornou ao hospital e constatou-se que estava com hemorragia interna. Ficou internado na UTI por dois dias.

Na mesma noite em que ele foi para o hospital, quando eu voltei para casa, descobri uma secreção em uma de minhas mamas. Fiquei preocupada mas precisava de forças para cuidar da recuperação de meu marido.

Recorri a Mãe do Perpétuo Socorro pedindo que nos amparasse. Em três dias o meu marido estava de volta em casa, se recuperando. Eu fui então fazer os meus exames. Precisei fazer uma cirurgia para retirada de uma hiperplasia ductal, mas com a graça de Deus não era maligno, e estamos ambos recuperados.

Eu sempre fui devota de Nossa Senhora, porém, estava afastada das orações, com este susto  redescobri a fé e a certeza de que a Mãe não desampara os seus filhos.

Uma devota eternamente agradecida

______________________________________________________________________

  1. Senhores Missionários Redentoristas e queridos devotos:

Venho, por meio desta carta, agradecer do fundo do coração mais uma graça alcançada por intercessão de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.

O meu filho começou uma faculdade particular com bolsa de cinquenta por cento. Durante todo o tempo do curso ele procurou por estágios, porém só conseguiu um, por três meses.

Com a graça de Deus terminou o curso em junho de 2017, mas estava com dificuldades para encontrar um emprego, encaminhava currículos mas sem retorno. Então eu recorri à querida Mãezinha pedindo que intercedesse junto a Jesus para que o meu filho conseguisse um bom emprego, e em setembro ele conseguiu um excelente trabalho na sua área. 

Uma devota eternamente agradecida

______________________________________________________________________5. Senhores Missionários Redentoristas e queridos devotos:

No dia 29 de agosto de 2018 eu e minha esposa estávamos muito ansiosos para realizar a primeira ecografia da gestação da nossa amada filha Lavínia. Antes de iniciar o procedimento a médica nos explicou que o exame serve para analisar o desenvolvimento do feto, porém logo que iniciou a captura das imagens percebi que a feição dela, que era muito comunicativa e carismática, mudou e ficou muito séria e em silêncio. Então  ela começou a explicar que o principal motivo do exame era verificar a transluscência nucal e infelizmente, ao que indicavam as imagens, estava muito alterada. Ao realizar a medição da transluscência ela nos informou que o normal seria 2,5 mm e da nossa filha estava com 9,1 mm, portanto muito alterada e que isto era indício de que ela estava com algum problema sério que poderia ser problema cardíaco ou então alguma  síndrome: de Down, Turner ou Edwards, sendo as duas últimas passíveis da gestação não chegar ao final e perdermos a nossa filha. Ao continuar o exame ela verificou também que o batimento cardíaco estava alterado. Neste momento ficamos muito abalados e temendo pela saúde, como também pela vida, de nossa tão esperada filha.

Era uma quarta-feira e viemos direto da clínica para o Santuário de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Muito emocionados clamamos à nossa querida Mãezinha para que intercedesse por nossa filha. Muito mais apegados  à fé que já temos, começamos a nossa jornada em pesquisa para saber o que estava havendo com o nosso bebê. Foram realizados outros exames de imagem que confirmaram a grande alteração  e os médicos solicitaram o exame cariótipo, para tirar a conclusão definitiva. Este exame levaria mais de um mês para ficar pronto devido a sua complexidade. Continuamos firmes na fé e conseguimos ter forças para qualquer que fosse o diagnóstico. No dia 23 de outubro, terça-feira, realizamos a ecografia do segundo trimestre, com a mesma médica que havia feito a primeira, e eis que ela ficou muito feliz pois todas as medidas estavam perfeitas, principalmente a transluscência nucalreduziu muito, estando próxima do ideal, como também os batimentos cardíacos estavam perfeitos,  descartando assim qualquer indício de síndrome. No dia 24 de outubro, quarta-feira, retornamos para mais uma novena, com muita fé e cheios de confiança pois sabíamos que Nossa Senhora do Perpétuo Socorro estava agindo sobre a nossa amada filha e percebemos que estávamos completando a nona novena.

Eis que no dia seguinte, 25 de outubro, chegou a notificação que o resultado do exame estava pronto, ficamos apreensivos se abriríamos  ou enviaríamos direto para a médica, para que ela fizesse a leitura correta, não nos permitindo tirar conclusões indevidas. Confiante a minha esposa disse que estava pronta para ver o resultado pois de uma forma ou de outra, iríamos saber. Então comecei a ler o laudo de três páginas, cujo resultado final indicava cariótipo normal, ou seja, nossa filha não tem nenhum problema. A emoção tomou conta de nós dois e de imediato nos ajoelhamos e começamos a agradecer muito a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro pela graça recebida.

Obrigado Mãe do Perpétuo Socorro por nos dar serenidade para enfrentar este momento tão difícil e a graça de reverter os problemas que haviam com nossa tão amada filha Lavínia.

Um devoto eternamente agradecido

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentário!
Por favor, indique o seu nome aqui