Agentes de Pastorais participam de congressos fora de Curitiba

0
31

Muitas pastorais entram em “recesso” no fim do ano e só retornam suas atividades em fevereiro ou março. Mas isso não significa que os agentes de pastorais também tirem “férias” neste período. Afinal, conduzir uma pastoral exige planejamento e reciclagem de conhecimentos constante.

Nesse sentido, três representantes da Pastoral da Pessoa Idosa (PPI) do Santuário marcaram presença no I Congresso Internacional da Pessoa Idosa, em Roma, no final de janeiro. O tema “A riqueza dos anos” desdobrou-se em assuntos relacionados ao papel da igreja e da família junto aos idosos. No último dia do encontro, Papa Francisco recebeu os participantes em uma Audiência Especial.

:: Dom José Peruzzo: “Não é possível evangelizar sem ternura”

O Santuário também foi representado por sete integrantes da pastoral catequética no Catequistas Brasil 202, que aconteceu em Aparecida (SP). O evento aconteceu no início de fevereiro de 2020 e reuniu cerca de 3 mil pessoas de todo o país com a missão de educar para a evangelização.

Confira os depoimentos:

“Participar do Catequistas Brasil é um momento de muita alegria e ensinamento. Aprendemos sobre as novas perspectivas de uma igreja em saída que vai ao encontro do outro, assim como nos pede o Papa Francisco. Uma catequese para todos, desde o ventre materno ao idoso. Trazemos na mala um jeito novo de evangelizar. Também pudemos refletir sobre nossa vocação de catequistas. O que você tem feito na sua catequese? Em sábias palavras, Padre Zezinho nos disse que ‘catequista não pode parar de estudar’. Dom Joel Portella Amado falou que ‘o catequista nasce do coração de Deus’. Foram três dias de palestras, workshops e oficinas cujos assuntos serão aplicados em mais um ano de catequese no Santuário. Agradecemos a oportunidade e respondemos, individualmente: ‘Aqui estou!’”.

Mirela Goncho, catequista no Santuário

 

 

 

“Para mim foi um privilégio conhecer a realidade e as dificuldades que cada país enfrenta com seus idosos. Diante de 550 pessoas de diversas localidades, percebemos a necessidade de encontrar soluções futuras para que eles possam permanecer no convívio familiar, sem a necessidade de casas de apoio. Também devemos deixa-los trabalhar dentro das pastorais, pois eles têm muito a oferecer na evangelização e na fé cristã dos jovens e crianças.

No último dia, após a missa na Basílica de São Pedro, tivemos uma audiência com o Papa Francisco, onde ele nos fez um pedido: ‘Saiam para as ruas com um sorriso no rosto e o Evangelho nas mãos. Vão ao encontro dos idosos, principalmente os que estão sozinhos’. Fui agraciada com uma bênção individual do Papa Francisco e isto me deixou muito motivada para continuar forte no nosso trabalho dentro PPI aqui no Santuário.”

Maria Aparecida Lima da Silva, coordenadora da PPI no Santuário

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentário!
Por favor, indique o seu nome aqui