Presépio: símbolo do nascimento do Salvador

0
249

Mapresepio-300x200is um final de ano se aproxima e nossos sentimentos e pensamentos vão se voltando ao agradecimento do que foi vivido e os preparativos para recomeçar. Todas
estas ideias se condensam na grande celebração do Natal, a natividade do Senhor, que nos permite renovar esperanças na História da Salvação planejada por Deus e lançar novas luzes sobre o que até então foi vivido. Este grande momento é representado pelo mundo todo através das imagens do presépio, um símbolo histórico que nos ajuda a penetrar neste mistério divino.

A representação do nascimento do Menino Deus através do presépio tem sua origem na Itália, por inspiração de São Francisco de Assis. Em 1223, ele fora convidado para celebrar na pequena aldeia de Greccio o Natal do Senhor. Ele aceitou o convite com uma condição: gostaria de celebrar o mistério da Encarnação, mas também queria ver, de algum modo, o acontecimento celebrado. Assim, na noite do Natal, no lugar onde se celebraria a Eucaristia, havia sido construída uma pequena choupana, com feno no chão, um boi e um burro ali deitados. A celebração se iniciou e as vozes do povo reunido enchiam os bosques com seus louvores a Deus. São Francisco ofereceu uma bela pregação a respeito do Menino de Belém enquanto, diante de todos, uma visão miraculosa de uma criança na manjedoura enchia a todos de piedade. No altar, o sacerdote consagrou a eucaristia, mistério do Deus Comunhão e encarnado na história.

Assim nascia o símbolo do presépio, sonhado por um homem que permitiu sua vida ser marcada pelo mistério da Encarnação, movimento do Deus Amor que oferece seu próprio Filho para ser comunhão com o mundo, enraizado na história da humanidade e ensinar a cada homem e mulher o que significa amar e viver a partir desta Boa Nova.

O presépio nos ajudaria, além disso, lembrar que a beleza do Natal não está na riqueza, pois o Menino Deus veio ao mundo em meio ao frio e sujeira, acolhido nos braços de seus pais pobrezinhos, sendo testemunhado apenas por animais e pastores. E é justamente desta humilde cena, representada no presépio, que vemos a clara escolha de Deus de desapegar-se dos valores que podem brilhar aos olhos do mundo e mostrar que os valores do Evangelho seriam outros: proximidade com os humildes, amorosa acolhida entre irmãos, partilha de alegria e união.

Mais um Natal está chegando. Aproveitemos esta oportunidade para repensar nossa vida, abraçar novos valores, crescer no sonho de Deus e viver seu mistério de comunhão com Ele e nossos irmãos. Feliz Natal!

Fonte: http://arquidiocesedecuritiba.org.br/2016/12/09/presepio-simbolo-do-nascimento-do-salvador/

* Artigo publicado na Revista Voz da Igreja do mês de dezembro

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentário!
Por favor, indique o seu nome aqui