Missa das 10h30 aos domingos – Primeiros Passos

0
687

A participação das crianças, nas missas do santuário, tem sido motivos de muitas alegrias. É bonito ver a família reunida para celebrar a vida. É emocionante ver crianças dobrando os joelhos seguindo o exemplo dos pais.

Os primeiros movimentos de evangelização devem ser dos pais. São os pais responsáveis por ensinar as primeiras orações e incentivar os filhos na participação de uma comunidade. O caminho mais eficaz é o exemplo. Os filhos ao verem os pais rezando juntos logo toma gosto pelo hábito oracional diário.

Muitos pais entenderam o sentido batismal e seguem os ensinamentos e compromissos de cristãos batizados. São testemunhos da vivência oracional. Testemunho que fortalece a vida da Igreja e anima os filhos no exercício espiritual e crescimento da fé. Alegramos-nos com a responsabilidade criadora dessas famílias. Essa vivência saudável cria sentido de pertença a uma religião e dá sentido a vida, numa vivencia responsável dos valores éticos e uma conduta moral aplausível.

É triste quando vemos pais que ainda não entenderam o sentido batismal. Fazem do rito batismal um ato social e depois desvinculam totalmente e vivem como se não pertencessem a uma religião. A forma de vida cotidiana não desperta os filhos para uma proximidade com Deus.

Há pessoas que dizem: “Eu deveria ter cuidado mais da formação religiosa do meu filho. Sinto-me culpado por não incentivar a participação na vida da Igreja”.

Dirijo-me aos pais que tem filhos pequenos: “Cultivem o habito oracional dentro de sua casa. Ensine aos seus filhos sobre Deus despertando-os para uma vivência de profunda espiritualidade. Se existe uma herança que ninguém rouba e nem tira: é a religião e a fé”.

 

Domingo: Missa das 10h30 – Primeiros Passos

 

Enquanto os pais participam da missa as crianças são convidadas a se reunirem e juntas aprenderem sobre os ensinamentos da Igreja. De forma responsável e alegre os voluntários dedicam tempo, cuidado e muito amor às crianças que frequentam “os Primeiros Passos”.

Logo após o momento da comunhão, depois de terem aprendido sobre Deus e a Igreja, elas são encaminhadas para frente do Altar. Recebem uma bolacha abençoada e ao final partilham com a comunidade sobre o que aprenderam naquele dia. Emociona-nos as partilhas simples e as alegrias que carregam no coração.

Venham viver essa experiência em família aqui no Santuário Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.

001 002 003 004 005 006 007

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentário!
Por favor, indique o seu nome aqui