• iconeCabeca11.jpg

 

Cartas - 09/10/2013

1.                  Senhores Missionários Redentoristas e queridos devotos:

Eu passava por um momento difícil de minha vida, ao descobrir que estava grávida e era ainda muito jovem para ser mãe. O pai, meu namorado, era muito bem-vindo em minha casa, mas como dar essa notícia aos meus pais? Eu ainda nem trabalhava.

 Recorri então a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, pois sabia que Ela me ajudaria, como sempre me ajudou. Reuni coragem e contei para minha mãe. Ela me compreendeu e meu pai, mesmo decepcionado, me deu todo o apoio. Agradeço a Deus e a nossa querida Mãe pelo amor, entendimento e ajuda que tenho recebido. Agradeço também por meu bebê estar perfeito e com saúde.

Hoje estou no oitavo dia da novena, e muitas graças já alcancei. Obrigada, Mãezinha do Perpétuo Socorro!

                                                       Uma devota eternamente agradecida.


2.                  Senhores Missionários Redentoristas e queridos devotos:

Na quarta-feira, 21 de agosto deste ano, saí do trabalho e vim para a novena das 20 horas. Na volta, já próximo de casa, no sentido Pinhais, paramos para abastecer o carro. Ao descer para pagar, fomos assaltados e meu marido, ameaçado: eles o matariam se o carro tivesse antifurto. Ficamos escondidos até os assaltantes saírem.

Quando nos avisaram que já tinham ido embora, voltamos e nosso carro estava lá intacto, nada tinha sido levado. E carteira, celular, tudo tinha ficado dentro.

 No painel estava o livro da novena e a vela benzida. Eu sei que esse foi um verdadeiro milagre! Nossa Mãezinha intercedeu por nós e nada de mau aconteceu. Obrigada, Mãe querida do Perpétuo Socorro, pela Sua proteção!

                                                       Uma devota eternamente agradecida.


3.                  Senhores Missionários Redentoristas e queridos devotos:

Em 2011, estava passando por uma fase muito difícil em minha empresa, por isso resolvi investir em outra, mas não obtive sucesso. Ao contrário, a situação piorou bastante.

Passei a participar da novena a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro por indicação da minha sogra, que sempre me falou que Nossa Senhora iria interceder por nós e nos ajudar a sair da péssima situação em que nos encontrávamos.

A cada dia que passava a nossa fé ia aumentando, até que tivemos uma graça que nos trouxe a paz novamente. Ainda não tenho minha situação financeira resolvida, sobraram dívidas, por enquanto impagáveis, mas obtivemos muitas outras bênçãos, como o meu filho, que nasceu cheio de saúde e a cada dia noz traz mais alegria e paz.

Por tudo isso, Mãe Querida, eu agradeço de coração!

                                                         Um devoto eternamente agradecido.


4.                  Senhores Missionários Redentoristas e queridos devotos:

Em junho deste ano, meu filho percebeu uma bolinha no pescoço e começou a reclamar de dor. Uma noite, ele disse que ela estava aumentando e doía demais. Fomos então ao médico, que afirmou ser uma virose. No dia seguinte, o rosto dele estava todo inchado. Retornamos para nova consulta e o médico ficou espantado com a evolução do caso, principalmente por meu filho ser diabético.

 Encaminhou-o imediatamente para a internação e pediu uma tomografia. Constatou-se um abcesso, o qual teria de ser operado com urgência. Entre o momento da internação e a tomografia fomos à capela do hospital e lá encontrei o folheto da Festa de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Supliquei então à Mãe querida, a intercessão pelo meu filho.

 Quando os médicos vieram para operá-lo, Nossa Senhora já tinha atendido minha prece. Eles olharam o exame e ficaram surpresos. O médico e professor me disse, em tom de brincadeira: “Mãe, você viu que eu coloquei as mãos sobre seu filho, ele não precisa mais da cirurgia!”

Eu respondi então: “E Jesus e Nossa Senhora colocaram as santas  mãos sobre as suas!” E assim, graças à intercessão de minha querida Mãe do Perpétuo Socorro, meu filho está bem.

                                                       Uma família eternamente agradecida.


5.                  Senhores Missionários Redentoristas e queridos devotos:

Muitas graças já alcancei por intercessão de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. A mais recente aconteceu nesse ano, quando minha cunhada foi internada às pressas, com diagnóstico de AVC. Foi um desespero muito grande, pois eu só conseguia me lembrar de pessoas que ficaram com sequelas muito sérias em decorrência disso. No domingo viemos à missa e eu estava muito triste, chorando muito.

Meu esposo, nossos dois filhos e eu pedimos então ao Padre Gelson a força maior de mais uma oração. Ele nos atendeu prontamente e nesse momento senti uma forte emoção, pois sabia que Nossa Senhora não nos abandonaria. À tarde fomos ao hospital e soubemos que tinham feito mais dois exames, cujo diagnóstico confirmou uma meningite. Ela ficou doze dias em coma, cerca de vinte dias na UTI.

Mas saiu viva do hospital, graças a Deus e a Nossa Senhora. Não tenho dúvidas de que a medicina curou minha cunhada, mas tenho certeza também de que o poder da fé e as correntes de oração foram muito valiosos. Hoje ela já está falando bem, apesar da traqueostomia que precisou fazer, e quase andando sozinha, sem nenhuma sequela.

 Obrigada, minha querida Mãezinha!

                                                        Uma família mais do que agradecida.

Revista On-line