Cartas de agradecimento - 01/05/2013

1.                  Senhores Missionários Redentoristas e queridos devotos:

 

No dia 5 de janeiro deste ano aconteceu uma tragédia em nossa família. Meu irmão foi baleado, vítima de assalto na porta de sua casa. Levou um tiro na barriga e foi para o hospital. Os médicos disseram que o caso era muito grave, quase não havia esperança.

Passou por várias cirurgias e nós começamos uma novena. Pedi a Nossa Mãe do Perpétuo Socorro uma resposta positiva dos médicos, que até então só nos desanimavam. Depositamos então nossa confiança em Deus e na nossa querida Mãe. Foram 59 dias na UTI.

Mas, quando ia chegando o dia da última novena, ele teve alta da UTI. Foi para o quarto e se recupera bem, graças a Deus e à intercessão de Nossa Senhora.

                                                    

 Uma devota feliz e muito agradecida.


2.                  Senhores Missionários Redentoristas e queridos devotos:

 

Em 2010 eu estava desempregada e queria entrar numa área diferente, pois não estava feliz na profissão. Meu desejo era conseguir vaga na área de produção e fiz uma novena nessa intenção. Logo no início apareceu emprego em uma gráfica. O salário e a função eram muito simples, mas como eu não tinha experiência, aceitei a vaga.

Na novena pedi a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro que eu conseguisse ser uma operadora de máquina na gráfica. E com a bênção de Deus e a intercessão de nossa Mãe as portas se abriram. Enquanto eu me dedicava zelosamente ao trabalho, Eles fizeram a parte deles e me ajudaram.

Hoje sou uma operadora de máquina feliz e realizada com o que faço. Muito obrigada, meu Deus e minha Mãe!

                                                       Uma devota eternamente agradecida.


3.                  Senhores Missionários Redentoristas e queridos devotos:

 

Em fevereiro de 2007, minha filha, então com 17 anos, teve seu filho. Um dia, quando o bebê tinha quatro meses, ela passou mal e eu a levei ao hospital. Lá foi constatado um infarto. Seu coração tinha somente 13% de funcionamento e os rins e pulmões já estavam quase parando. Com isso eu perdi o chão, mas olhei para o meu neto e ali pedi que minha Mãezinha nos ajudasse, pois minha filha precisava viver para criar seu filho. No dia seguinte, vim à novena e pedi fervorosamente a ajuda de Nossa Senhora.

 Dois dias depois, o médico disse que ela tinha tido um problema ocasionado pela gestação, o qual atinge uma a cada quatro mil mulheres. Ela teria de ficar internada por mais ou menos vinte dias. Mas, pela graça de Deus e a intercessão de nossa Mãe do Perpétuo Socorro, ela teve alta oito dias depois.

Hoje, com 23 anos, ela está ótima, faz seu tratamento e está perto de nós.

                                         

 Uma mãe devota eternamente agradecida.


4.                  Senhores Missionários Redentoristas e queridos devotos:

 

Meu carinho e devoção a Nossa Senhora devo à fé e à educação que minha avó me deu. Sempre pude senti-la próxima de mim, em todos os momentos de minha vida.

Por alguns anos, porém, a falta de perseverança me afastou e parei até de acompanhar as novenas. Mas nunca perdi a fé. Depois de sofrer uma grande perda em minha vida, voltei a pedir consolo, força e o perdão de Nossa Senhora por minhas falhas, ausências e fraquezas. Rezando e conversando cm minha Mãezinha, consegui reencaminhar a minha vida e graças a Ela conquistei minha vaga na universidade. Já estou no terceiro ano do curso, somando várias conquistas para minha nova profissão.

 Agradeço por esta bênção e pelas graças diárias de saúde, paz e alegrias, que Nossa Senhora derrama sobre todos nós.

                                                   Uma devota eternamente agradecida.


5.                  Senhores Missionários Redentoristas e queridos devotos:

 

Meu amigo de muitos anos tinha uma ferida na perna que não cicatrizava. Estava assim havia mais de três anos e sofria muito com isso. Os médicos já tinham feito de tudo, inclusive ele já apresentava um começo de trombose.

Como sou muito devoto de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, iniciei uma novena na intenção da cura do meu amigo. E fui atendido sem demora.

 Logo nas primeiras semanas da novena, a ferida começou a cicatrizar e antes de chegar ao nono dia já estava fechada. Graças a Deus e a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, o que parecia impossível, aconteceu! Obrigado, meu Deus e minha Mãe!

                                                

    Um devoto eternamente agradecido.

Revista On-line