Cartas de agradecimento - 08/05/2013

1.                  Senhores Missionários Redentoristas e queridos devotos:

 

Em 14 de fevereiro deste ano, meu sobrinho e dois colegas sofreram um grave acidente em que o carro teve perda total. Dois deles tiveram ferimentos leves, mas meu sobrinho, que estava dirigindo, teve várias costelas fraturadas, as quais perfuraram o pulmão. Ficou vários dias na UTI, passou por duas cirurgias e teve pneumonia.

Nossa família é muito devota de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro e, com firme confiança, recorremos a Ela, que prontamente nos atendeu. Em 1º de março foi a formatura dele em Direito e o médico o liberou para participar da solenidade e passar um pequeno tempo com os colegas.

Graças a Deus, pela intercessão de Nossa Mãe, ele já está em casa, um tanto debilitado ainda, mas com muita vontade de voltar à vida normal. Obrigada, Mãezinha querida, por mais esta grande graça alcançada!

                                                       Uma família eternamente agradecida.


2.                  Senhores Missionários Redentoristas e queridos devotos:

 

Eu trabalhei por dois anos em uma empresa, para a qual eu pedi muito a intercessão de minha Mãezinha na conquista de uma vaga. No fim desse tempo, estava sofrendo perseguições e então comecei a fazer concursos públicos. Fui demitido injustamente, mas não perdi a fé.

Continuei frequentando as novenas e pedindo um emprego com estabilidade em órgão público. Tinha certeza de que antes de acabar o seguro desemprego eu estaria empregado. Ainda não fui chamado em concursos, mas recebi um convite para trabalhar na prefeitura do meu município, na área em que atuo e com uma abençoada equipe de trabalho.

Estou muito feliz e sei que com a ajuda de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro ainda vou ser convocado nos concursos que passei.

                                                    Um devoto eternamente agradecido.


3.                  Senhores Missionários Redentoristas e queridos devotos:

 

Meu filho mais velho, hoje com 21 anos, sempre quis ser jogador de futebol. Começou aos quatro anos, jogando futebol de salão e, aos 12, foi para o campo. Embora a maioria das pessoas pense que é fácil ser jogador, ter fama e ganhar muito dinheiro, são milhares os que tentam e só uma minoria consegue se tornar profissional.

Sempre pedi à nossa Mãezinha que fizesse o que fosse melhor para ele. Fiz várias novenas, enquanto ele, com muito treino, dedicação e persistência, jogava em clubes no interior do país, às vezes até passando fome.

Hoje venho agradecer, pois ele está há três meses na Europa. Assinou contrato com um time da 1ª divisão da Croácia, tendo a oportunidade de mostrar o seu futebol na profissão que escolheu desde pequeno. Obrigada, minha Mãe do Perpétuo Socorro!

                                            Uma mãe e família eternamente agradecidas.


4.                  Senhores Missionários Redentoristas e queridos devotos:

 

Dois anos atrás, minha filha, casada, 42 anos, com dois filhos pequenos, me ligou, pedindo para ir ao encontro dela, em Nova Jersey, Estados Unidos, onde mora. Ela estava com câncer na mama direita e depois de ser operada, começaria a quimioterapia.

Viajei e fiquei com ela por seis meses, até meu visto acabar. Trouxe minha filha comigo, para ficar perto da família e continuar o tratamento aqui. Mas alguns médicos recomendaram que ela voltasse, porque o caso estava muito adiantado e aqui não tinham o que fazer.  Com amargura, vi minha filha arrumar as malas. Na despedida, no aeroporto, ela falou: “Mãe, eu creio muito em Deus e sei que Ele vai me ajudar a criar meus filhos.”

Enquanto ela estava aqui eu ligava o rádio para ela fazer a novena de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Sua vontade era vir pessoalmente com os filhos aqui no Santuário quando ficasse mais forte.

Em 20 de março desse ano, voltando da novena, ela me ligou, dizendo: “Mãe, Nossa Senhora ouviu nossas preces. Hoje recebi o resultado de exames e eles estão bons! Até o médico me disse que nossa fé me curou”!

Agradeço de todo meu coração este maravilhoso presente de Deus e nossa Mãe querida para minha família!

                                                   Uma devota eternamente agradecida.


5.                  Senhores Missionários Redentoristas e queridos devotos:

 

Em julho de 2012, minha família e eu fomos vítimas de um assalto na residência de meu pai. Os assaltantes levaram vários bens pessoais, objetos da casa e até meu carro. E nos fizeram reféns. No dia seguinte, minha esposa soube que estava grávida e assim percebi que durante o assalto, Nossa Senhora protegeu a vida de meus familiares, inclusive a de meu filho, que eu ainda nem sabia que existia!

Dois meses depois, com a ecografia morfológica, soubemos que o rim esquerdo do bebê não havia aparecido. Mais uma vez iniciamos uma novena e já na segunda semana, uma nova ecografia mostrou o rim, bem menor que o outro, como se tivesse sido implantado há pouco tempo.

Para nós, estes são dois milagres alcançados pela intercessão de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, somente neste último ano. Porque antes já recebemos muitos outros. Muito obrigado, minha digníssima Mãe!

                                        Uma família devota eternamente agradecida.

Revista On-line